2 de jul de 2010

Reforço novoENEM

Os alunos matriculados nas últimas séries do Ensino Médio, ou fases equivalentes de EJA, e que estudam em uma das escolas-polo ou no entorno podem ser inscritos no projeto Reforço Novo Enem. A pré-inscrição pode ser feita pelas escolas até o dia 09 de julho.

As aulas preparatórias acontecerão às segundas, quartas e sextas-feiras, com duração de três horas e meia, em dois turnos por escola, ou de acordo com a demanda. As aulas serão oferecidas por pelo menos três meses. Os alunos terão acesso a conteúdos complementares num portal online e farão ao menos um simulado preparatório durante o período do reforço, que tem início previsto para o dia 4 de agosto de 2010.

As inscrições devem ser direcionadas para cada escola-polo e turno de interesse do estudante. Cada aluno inscrito receberá a confirmação do seu polo e turno, além de informações adicionais sobre o reforço via e-mail, por isso é importante confirmar o email dos alunos no momento da inscrição. Corra para garantir que seus alunos participem desta inovadora iniciativa de complementação da jornada escolar.

Mais informações: reforconovoenem@educacao.rj.gov.br

Obs: Em Tanguá, somente a nossa escola CIEP 252 oferece o Reforço. Somente são válidos alunos desta escola (CIEP 252).

Então não perca tempo! Consulte a diretora Simone para fazer sua inscrição!

23 de out de 2008

Simulado da E.J.A

No dia 5 de Novembro alunos do Ensino de Jovens e Adultos farão o simulado (PROVÃO) do 4º bimestre.
A prova terá questões de todas as disciplinas e valerá 3,0 pontos.
A prova erá passada às 19:00 horas.

Estudem bastante e preparem-se !!!

Boa Sorte!!

16 de set de 2008

SEXUALIDADE CONSCIENTE:ABERTAS INSCRIÇÕES DE LETRAS DE FUNK

Sexualidade consciente: abertas inscrições de letras de funk

Para trabalhar questões relativas a educação sexual e saúde, na rede estadual de ensino, a Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro lançou Verdade ou Conseqüência? – Programa de Sexualidade Consciente, que abrange três grandes ações, envolvendo música, debates, troca de experiências e capacitação de professores.
Em parceria com a equipe de som Furacão 2000, estão abertas inscrições para o projeto Música e Sexualidade, que escolherá letras de funk, compostas por alunos do Ensino Médio, a partir da temática sexualidade, para serem musicadas e apresentadas em show. Os alunos podem conhecer o regulamento e inscrever suas composições, até 31 de outubro de 2008, no site www.verdade.rj.gov.br que reúne informações sobre todo o programa de sexualidade da secretaria. A Furacão 2000 também disponibilizará um link para a seleção no site www.furacao2000.com.br.
Segundo a secretária de Educação, Tereza Porto, o objetivo é conhecer o que os jovens sabem e pensam sobre doenças sexualmente transmissíveis (DST), Aids, uso de preservativos e gravidez.
– O funk é a linguagem dos jovens. Queremos nos aproximar de seu universo e consideramos que este é um bom caminho – comentou Tereza, que foi conhecer de perto um baile funk, no dia 23 de agosto, na Kabana do Catonho, em Jacarepaguá.
A escolha das melhores composições caberá a uma Comissão Julgadora formada por profissionais indicados pela Secretaria de Educação e por representantes da equipe de som Furacão 2000. Serão selecionadas as 66 melhores letras musicais, de acordo com critérios de criatividade, originalidade e adequação ao tema. As letras selecionadas vão ganhar a batida do funk pela Furacão 2000. Os alunos apresentarão suas músicas durante o mês de dezembro, em seis shows, cada um reunindo onze composições.
Verdade ou Conseqüência? – Programa de Sexualidade Consciente prevê, ainda, a capacitação e sensibilização, em ambiente virtual, de até três mil professores da rede pública estadual, em temas como gênero, sexualidade e saúde, e a realização de uma série de jornadas nas escolas – a primeira ocorreu em 30/08, em uma escola de Bangu. As jornadas realizam-se durante um dia inteiro e incluem palestras, debates e apresentação de alunos, entre outras atividades, envolvendo a comunidade escolar. O objetivo é recolher, nas escolas, o que pensam os jovens, seus anseios e questões. Esses encontros são restritos aos integrantes das unidades escolares e aos dinamizadores.
– Serão encontros de muito trabalho – explica Tereza Porto.

PRÊMIO CONSTRUINDO A IGUALDADE DE GÊNERO


Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero: inscrição aberta
Estão abertas as inscrições para o Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, promovido pelos Ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres e Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem), com apoio do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed). A seleção de artigos e redações tem como objetivos estimular a produção científica e a reflexão sobre as relações de gênero no país, além de promover a participação das mulheres no campo das ciências e carreiras acadêmicas.
O prêmio está dividido em duas categorias: estudantes de graduação e graduados – que devem inscrever artigos científicos - e estudantes do Ensino Médio, que podem participar com redações. As inscrições vão até o dia 31 de outubro pelo site




www.igualdadedegenero.cnpq.br, onde os candidatos encontram também o regulamento da disputa, entre outros detalhes.
Quem preferir, pode encaminhar o material pelos correios. Candidatos à categoria Graduado e Estudante de Graduação devem escrever para o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Serviço de Prêmios – 4º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, SEPN 507, sala 203 – Brasília – DF – CEP 70.740-901. Já os concorrentes na categoria Estudante do Ensino Médio devem mandar a correspondência para a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM/PR) – 4º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero – Esplanada dos Ministérios – Bloco L – Edifício Sede – sala 200, 2º andar – Brasília – DF – CEP 70.047-900.
Alunos do Ensino Médio que forem selecionados ganham computadores e bolsas de Iniciação Científica Júnior. Os estudantes de graduação recebem R$ 5 mil e bolsas de Iniciação Científica, enquanto os premiados da categoria graduado ganham R$ 10 mil e bolsas de Mestrado ou Doutorado do CNPq. As instituições em que os alunos de Ensino Médio estiverem matriculados terão com prêmios um computador, no valor estimado de R$ 2,5 mil, e uma assinatura anual dos Cadernos Pagu e da Revista Estudos Feministas.